A aplicação de tecnologias digitais no canto coral de adultos e suas múltiplas possibilidades

Sandra Regina Cielavin, Adriana do Nascimento Araújo Mendes

Resumo


Este artigo é um recorte de uma dissertação de mestrado que teve por objetivo investigar tecnologias digitais que contribuam com a formação do regente e com o desenvolvimento da prática coral de adultos.  O referencial teórico utilizado foi o modelo do Conhecimento Tecnológico Pedagógico e de Conteúdo (TPACK) proposto por Mishra e Koehler (2006).  A metodologia consistiu no estudo de métodos mistos através de uma pesquisa-ação com 18 integrantes de um coro adulto durante 3 meses. A coleta de dados foi efetuada por meio de um diário de campo, do registro das atividades dos coristas e da aplicação de um questionário no início e no final da pesquisa. A análise dos dados evidenciou que o uso das tecnologias digitais contribuiu com o desenvolvimento da percepção musical dos integrantes e com a ampliação do universo musical e cultural do coro. Considerou-se que as tecnologias digitais podem colaborar com a organização do coro, bem como oferecer múltiplas possibilidades de atividades de estudos musicais.


Referências


BAUER, William. Technological pedagogical and content knowledge for music teachers. In: PROCEEDINGS OF SOCIETY FOR INFORMATION TECHNOLOGY & TEACHER EDUCATION INTERNATIONAL CONFERENCE, 2010, p. 3977-3980.

_______. Music Learning Today: Digital Pedagogy, Performing and Responding Music. New York: Oxford University Press, 2014.

BAUER, William I; MITO, Hiromichi. ICT in Music Education. In: KING, Andrew; HIMONIDES, Envangelos; RUTHMANN, S. Alex (Ed.). The Routledge Companion to Music, Technology, and Education. New York and London: Routledge Taylor & Francis Group, 2017, p.91-102.

BRITO, Teca Alencar de. Hans-Joachim Koellreutter: a música e a educação em um novo mundo. In: MATEIRO, Teresa, ILARI, Beatriz (Orgs). Pedagogias brasileiras em educação musical. Curitiba: Intersaberes, 2016. p.139-160.

CLEMENTE, Louise; FIGUEIREDO, Sérgio Luiz Ferreira de Figueiredo. O estado da arte da pesquisa sobre canto coral no Brasil e os principais temas relacionados à Educação Musical coral. In: ENCONTRO REGIONAL SUL DA ABEM, XVI, Blumenau, Anais. ABEM, 2014.

CRESWELL, John W. Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. Tradução de Magda Lopes. Porto Alegre: Artmed, 2010.

DEMO, Pedro. Olhar do educador e novas tecnologias. Téc. Senac: A R. Educ. Prof., Rio de Janeiro, v. 37, n. 2, p. 15-26, 2011.

DOEBELE, Alexa.Technology and the Choral Art: Music in the Cloud for the Modern Choral Director. The Choral Journal, Vol. 53, No. 5, pp. 91-95, 2012.

FREITAS, Sara de; CONOLE, Gráinne. The influence of pervasive and integrative tools on learners experiences and expectations of study. In: SHARPE, Rhona; BEETHAM, Helen; FREITAS, Sara. Rethinking learning for a digital age: how learners are shaping their own experiences. New York and London: Routledge, 2010. p.15-30.

GOHN, Daniel Marcondes. Autoaprendizagem musical: alternativas tecnológicas. São Paulo: Annablume/Fapesp, 2003.

ILARI, Beatriz. A música e o cérebro: algumas implicações do neurodesenvolvimento para a educação musical. Revista da ABEM, v. 9, p. 7-16, 2003.

KERI, Facer; SELWYN, Neil. Social Networking. Key messages from the research. In: SHARPE, Rhona; BEETHAM, Helen; FREITAS, Sara. Rethinking learning for a digital age: how learners are shaping their own experiences. New York and London: Routledge, 2010. p. 31-42.

KOEHLER, Matthew J.; MISHRA, Punya. What is technological pedagogical content knowledge. Contemporary issues in technology and teacher education, v. 9, n. 1, p. 60-70, 2009.

KRUMHANSL, Carol L. Ritmo e altura na cognição musical. In: ILARI, Beatriz (Org.). Em busca da mente musical: ensaios sobre os processos cognitivos em música – da percepção à produção. Curitiba: Editora da UFPR, 2006. p. 45-109.

LEVITIN, Daniel. J. This is your brain on music. The science of a human obsession. New York: DUTTON, 2006.

MATEIRO, Teresa; VECHI, Hotênsia; DE SOUZA EGG, Marisleusa. A prática do canto na escola básica: o que revelam as publicações da ABEM (1992-2012). Revista da ABEM, v. 22, n. 33, p. 57-76, 2014.

MILLETO, Evandro M; COSTALONGA, Leandro L; FLORES, Luciano V; FRITSCH, Eloi F; PIMENTA, Marcelo S; VICARI, Rosa M. Educação Musical auxiliada por computador. Algumas Considerações e Experiências. RENOTE – Revista Novas Tecnologias na Educação, V. 2, N.1, março, 2004.

MISHRA, Punya; KOEHLER, Matthew J. Technological pedagogical content knowledge: A framework for teacher knowledge. Teachers college record, v. 108, n. 6, p. 1017-1054, 2006.

MISHRA, Punya; KOEHLER, Matthew J.; HENRIKSEN, Danah. The 7 transdisciplinary habits of mind: Extending the TPACK framework towards 21st century learning. Educational Technology, v. 51, n. 2, p. 22-28, 2010.

MROZIAK, Jordan; BOWMAN, Judith. In: HERRING, Mary C, KOEHLER Matthew J, MISHRA Punya, (Ed). Handbook of technological pedagogical content knowledge (TPACK) for educators. New York and London: Routledge, 2016. p. 419-434.

SALAVUO, Miikka. Social media as an opportunity for pedagogical change in music education. Journal of Music Technology and Education, v. 1, n. 2-3, p. 121-136, 2008.

SANTOS, Bruno Silva. O canto coral na educação musical: análise e catalogação a partir das publicações nos anais da ABEM e da ANPPOM, e na Revista da ABEM e Revista OPUS (2009 a 2013). Trabalho de Conclusão de Curso. Universidade Federal do Rio Grande do Norte, 2014.

SCHAFER, Murray. R. O ouvido pensante. Tradução de Marisa Trench Fonterrada. São Paulo: Editora da UNESP, 1991.

SOBREIRA, Silvia. Desafinação vocal. Rio de Janeiro: MusiMed, 2003.

SWANWICK, Keith. A Basis for music education. London: Nfer-Nelson, 1979

VELLOSO, Fernando Castro. Informática: conceitos básicos. 9ª Edição. Rio de Janeiro: Elsevier Brasil, 2014.

VINCENT, Marilyn C; MERRION, Margaret. Teaching Music in the Year 2050. Music Educators Journal, v. 82, n. 6, p. 38-42, 1996.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.