Um Currículo em Movimento: a música na formação de pedagogos e na Educação Infantil do DF

Sara Paraguassú Santos Do Vale

Resumo


Este artigo apresenta os resultados de uma pesquisa concluída, que analisou os conhecimentos musicais dispostos em dois documentos curriculares do Distrito Federal: o Currículo em Movimento da Educação Infantil e o currículo do curso de Pedagogia da Universidade de Brasília. O estudo objetivou analisar e relacionar os conhecimentos prescritos, visando identificar possíveis relações entre os dois documentos. Considera-se a importância da formação musical oferecida aos pedagogos para que suas práticas pedagógicas com música sejam efetivas e consistentes, uma vez que estes profissionais são responsáveis por todos os componentes curriculares da Educação Infantil e Anos Iniciais, incluindo a música. Os resultados revelaram que existem potenciais relações entre os dois currículos, relacionadas às experiências sonoro-musicais. São oferecidas condições pedagógicas, teóricas e experenciais pelo currículo do curso para os licenciandos em Pedagogia, entretanto, o caráter optativo das disciplinas é um fator complicador.


Referências


BELLOCHIO, Claudia R. WEBER, Vanessa. SOUZA, Z. A. Música e unidocência: Pensando a formação e as práticas de professores de referência. Revista FAEEBA. V. 26, n. 48, p. 205-221. 2017

BRASIL. Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, 1996.

______. Lei no 13.278, de 02 de maio de 2016a. Altera o § 6o do art. 26 da Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que fixa as diretrizes e bases da educação nacional, referente ao ensino da arte. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 03 mai. 2016 Seção 1, p. 1.

CHARMAZ, K. A construção da teoria fundamentada: guia prático para análise qualitativa. Porto Alegre: Artmed, 2009.

DISTRITO FEDERAL, SEDF. Currículo em Movimento da Educação Básica- Educação Infantil. Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal. Distrito Federal, 2014.

FERNANDEZ, Carmen. PCK - Conhecimento Pedagógico do Conteúdo: perspectivas e possibilidades para a formação de professores. In. VIII ENPEC Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Çiências, São Paulo, At Campinas, 2011. P. 1-12.

FRANÇA, Cecília C. SWANWICK, Keith. Composição, apreciação e performance na educação musical: teoria, pesquisa e prática. Revista Em Pauta, v. 13, n. 21, p. 5-41. 2002.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 5 ed. São Paulo: Atlas, 2010.

NIERI, Debora. A pesquisa brasileira em educação musical infantil: tendências teórico-metodológicas e perspectivas. Tese (Doutorado em música) Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Instituto de Artes, São Paulo, 2014.

SACRISTÁN, José Gimeno. O currículo: uma reflexão sobre a prática. 3 ed. Porto Alegre: Penso, 2017.

SHULMAN, Lee S. Conhecimento e ensino: fundamentos para a nova reforma. Tradução de Leda Beck. Cadernos Cenpec. v.4, n. 2, p. 196-229. 2014.

UNB. Faculdade de Educação. Projeto Acadêmico do Curso de Pedagogia. Universidade de Brasília. Brasília, DF, 2002.

____. Faculdade de Educação. Relação de disciplinas ofertadas.

Universidade de Brasília. Brasília, DF, 2018.

VIANA, Érica. A linguagem musical na educação infantil: reflexões e possibilidades. Dissertação (Mestrado em Processos de Ensino, Gestão e Inovação)– Centro Universitário de Araraquara, São Paulo, 2016.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.