Go to Top

atualidades abem

Chamada de trabalho para a XI Conferência Regional Latino-Americana de Educação Musical - ISME - International Society for Music Education

Educação musical Latino-americana: tecendo identidades e fortalecendo interações

A XI Conferência Regional Latino-Americana da Sociedade Internacional de Educação Musical (ISME) será organizada pela Escola de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte em parceria com a Associação Brasileira de Educação Musical, em Natal, Brasil, no período de 08 a 11 de agosto de 2017. O evento tem com objetivo congregar professores de música, pesquisadores, estudantes e profissionais em geral que atuem no âmbito da educação musical na América Latina. Durante a Evento serão articulados a reflexão e o debate do tema geral do evento, a partir da apresentação de trabalhos de pesquisa, relatos de experiências, conferências plenárias, concertos e oficinas. Essas atividades abordarão a Educação musical Latino-americana, analisada e refletida a partir de perspectivas vinculados às identidades que marcam os diferentes países do continente e à (re)construção de caminhos que possam fortalecer as interações entre eles. Os trabalhos para o evento poderão ser enviado no período de 01 de maio e 05 de junho de 2017, de acordo com as especificações do documento anexo. Mais informações no site da ABEM (www.abemeducacaomusical.com.br/isme)

Arquivo pdf




Llamada para presentación de trabajos para la XI Conferencia Regional Latinoamericana de Educación Musical - ISME - International Society for Music Education


Educación Musical Latinoamericana: tejiendo identidades y fortaleciendo interacciones

La XI Conferencia Regional Latinoamericana de la Sociedad Internacional de Educación Musical (ISME) será organizada por la Escuela de Música de la Universidad Federal de Río Grande del Norte, en colaboración con la Asociación Brasileña de Educación Musical, en Natal, Brasil, durante los días 08 al 11 de agosto de 2017. El evento tiene como objetivo reunir a profesores, investigadores, estudiantes y profesionales en general que se desempeñen en el ámbito de la educación musical en América Latina. Durante el Evento se articularán la reflexión y debate sobre el tema general del evento, a partir de la presentación de trabajos de investigación, relatos de experiencias, conferencias plenarias, conciertos y talleres. Estas actividades abordarán la Educación Musical Latinoamericana, analizada y reflexionada a partir de perspectivas vinculadas a las identidades que marcan los diferentes países del continente, y la (re)construcción de caminos que puedan fortalecer las interacciones entre ellos. Las propuestas de trabajos deberán ser enviadas entre los dias 01 de mayo y 05 de junio de 2017, por medio de la plataforma de envío de trabajos que estará disponible en el sitio de ABEM: (www.abemeducacaomusical.com.br/isme), siguiendo las instrucciones de uso allí indicadas.

Arquivo pdf


Prorrogacao Chamada Dossie 48 - Revista FAEEBA - Musica e Educação - uma relacao interdisciplinar e pluricultural

Revista da FAEEBA
Dossiê 48 – Música e Educação

Música e Educação – uma relação interdisciplinar e pluricultural

A proposta é de reunir pesquisas, problemáticas e conquistas em torno da Música e Educação, visto a LEI Nº 13.278, DE 2 DE MAIO DE 2016, em substituição à Lei 11.769, que institui a obrigatoriedade do ensino da Música, Artes Visuais, Teatro e Dança na Educação Básica. Muitos pesquisadores e professores de música e áreas afins estão, há vários anos, empenhados no debate sobre a inclusão do ensino de música nas escolas brasileiras, promovendo encontros, seminários, debates políticos, produzindo livros e materiais didáticos, e incentivando a produção acadêmica.
O Brasil, como muitos outros países, apresenta uma rica diversidade cultural, étnica e musical, de matrizes europeia, africana, indígena, entre outras, que se encontram encrustadas nas práticas sociomusicais da cultura popular brasileira, tonalizando um mosaico multicolorido dessa diversidade. Tal riqueza precisa estar presente na escola e nos demais espaços socioeducativos e comunitários, como conhecimento cultural e experiência estética. Devem, assim, ser incorporadas à formação de crianças e jovens, contribuindo para o exercício da plena cidadania e abrindo o debate para a efetivação de políticas públicas que favoreçam tanto a implementação da Lei 13.278, como também de outras Leis que dão suporte às Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana e indígena.
A efetivação de um projeto educacional atento a tais conteúdos só acontecerá se a Escola – e os demais espaços/instituições sócio-educacionais – começam a valorizar práticas culturais presentes na diversidade da textura social, sem hierarquias.
A questão das diversidades e identidades subjetivas e singulares revelou importante conexão da área de estudos da Educação Especial com a área do ensino e aprendizagem musical para crianças com necessidades especiais, resultando em estudos e pesquisas de relevância para ambas as áreas. Outras propostas interdisciplinares e criativas surgem entre Música e demais campos disciplinares do currículo regular, tais como: Música e Alfabetização; Música e Matemática; Música e Literatura ; Música, Geografia e História; Música e Culturas populares; Música e Artes/Arte-Educação (Dança, Teatro, Cinema, Artes visuais, Poesia ...). Há, ainda, importantes propostas, implicando relações complexas e complementares entre Música, Ludicidade, Psicomotricidade e -pedagogia, intensificando o debate sobre a necessidade da Formação musical e estética do professor uni-docente, atuante na Educação Infantil e nos Anos Iniciais, para o qual a Iniciação musical, rítmica e corporal deveria ser componente curricular transversal e obrigatório.
Convidamos pesquisadores, professores e educadores para contribuir com artigos originais, inéditos, para compor o dossiê Música e Educação (jan-abril 2017) de forma interdisciplinar e pluricultural, abrindo um debate amplo sobre os temas mencionados.

Prazo limite de submissão prorrogado até: 16 de janeiro de 2017
Os artigos devem ter no máximo 70 mil e no mínimo 45 mil caracteres com espaços (times new roman 12; espaçamento 1,5). As normas completas estão no site da Revista http://www.uneb.br/revistadafaeeba/
Organizadoras deste dossiê: Dra. Magali Kleber (UEL) e Dra. Katharina Doring (UNEB)
Envio de artigos na Plataforma: http://www.uneb.br/revistadafaeeba/
Contato da editora: fialho2021@gmail.com


Chamada Revista FAEEBA - Dossie 48 - Musica e Educação

Convidamos pesquisadores, professores e educadores para contribuir com artigos originais, inéditos, para compor o dossiê Música e Educação (jan-abril 2017) de forma interdisciplinar e pluricultural, abrindo um debate amplo sobre um ou mais dos temas propostos na chamada em anexo.

Prazo limite de submissão: 30 de dezembro de 2016
Os artigos devem ter no máximo 70 mil e no mínimo 45 mil caracteres com espaços (times new roman 12; espaçamento 1,5). As normas completas estão no site da Revista http://www.uneb.br/revistadafaeeba/

Organizadoras deste dossiê: Dra. Magali Kleber (UEL) e Dra. Katharina Doring (UNEB)
Envio de artigos na Plataforma: http://www.uneb.br/revistadafaeeba/
Contato da editora: fialho2021@gmail.com

Chamada (.pdf)


Ver todas